Descubra quais são os principais sintomas da ovulação

sintomas de ovulação

Conhecer os sintomas da ovulação é muito importante, principalmente para quem está tentando engravidar. Para te dar uma mãozinha, a amai te explica sobre como identificar seu período fértil, em que momento acontece sua janela de fertilidade e os principais indícios que o seu organismo dá quando está ovulando. Vem com a gente!

O que é ovulação?

Antes de mais nada, vale uma breve explicação do que é a ovulação. Ela nada mais é, que o processo que acontece de maneira cíclica no organismo feminino, em que um óvulo é liberado pelo ovário em direção à tuba uterina. Assim, ele se torna disponível para fecundação caso haja um encontro com o espermatozoide. E esse momento de liberação do óvulo pelo ovário acontece, em média, uma vez por mês – com pequenas variações, dependendo da duração do seu ciclo.

Quais os sintomas do período fértil e ovulação?

Apesar de não ser exatamente uma ciência exata, já que cada organismo tem um funcionamento diferente, existem sinais que ajudam a identificar o momento da ovulação. Da secreção vaginal ao aumento da libido, te explicamos quais são estes sintomas do período fértil:

  • Secreção vaginal: entre os sintomas de ovulação há um corrimento com consistência de clara de ovo. Estamos falando do muco cervical, um líquido que tem a função de conduzir o espermatozóide rumo ao óvulo. Normalmente esse fluido sem odor acontece durante todo o ciclo, mas fica mais fino durante o período fértil.
  • Aumento da libido: outro sintoma que costuma aparecer com frequência é a libido lá em cima. Esse desejo sexual aumentado geralmente é provocado pelo aumento dos níveis de estrogênio no corpo.
  • Dor e desconforto no ventre: para algumas pessoas, a ovulação e sintomas de dor estão unidos. Geralmente são umas pontadinhas leves no baixo ventre e na região da pelve, que podem sinalizar que o óvulo está se soltando e em preparação para ser fecundado. Costumam ser unilaterais, pois costuma doer do lado do óvulo (ovário esquerdo ou direito). 
  • Ovulação e sintomas emocionais: que o ciclo menstrual como um todo pode ser uma experiência de montanha russa em termos de humor você já sabe, não é? Durante o período fértil, algumas mulheres tendem a ficar com o emocional instável e se irritar com facilidade por conta das variações hormonais.
  • Sintomas de ovulação e gases: em alguns casos, o processo de ovulação da mulher pode causar um aumento da produção de gases. Isso acontece porque o pico da progesterona que faz com que o intestino fique mais lento e acumule mais gases. Cuidar da alimentação nesse período é uma maneira de minimizar esse tipo de incômodo e evitar maiores desconfortos.
  • Dores de cabeça: dores e enxaquecas já são sintomas conhecidos do período de TPM (tensão pré-menstrual), mas você sabia que na lista de sintomas da ovulação está a dor de cabeça? Existem estudos que apontam que uma parcela (16%) das mulheres pode sentir dor de cabeça no meio do ciclo, ou seja, no período fértil.

    A gente já sabe que cada organismo é um universo e que os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, não é? Enquanto algumas mulheres não presenciam grandes variações durante o ciclo menstrual, outras podem manifestar muito mais alterações no período fértil, incluindo ainda sintomas da ovulação como enjoo, olfato mais aguçado, inchaço e seios sensíveis, por exemplo. Aliás, sentir dores na mama é super comum por conto do pico hormonal, viu? 

    Como saber o início da ovulação?

    Lembra que a gente falou que a regra não é absoluta quando o assunto é ciclo menstrual? Apesar de cada mulher ter um ciclo só seu, existem alguns parâmetros que te ajudam a entender como isso funciona direitinho.

    Bom, em geral, o período fértil acontece na metade do ciclo menstrual regular, que varia entre 21 a 34 dias. O ciclo começa no primeiro dia da menstruação e termina no começo da próxima. Ah, e a gente considera o primeiro dia já na primeira “borra” ou “escape” antes do sangramento, ok? Resumindo, o ciclo é contínuo e pode variar um pouquinho. Usando como exemplo um ciclo de 28 dias, a ovulação aconteceria no dia 14º dia do período. 3 dias antes e 3 dias depois é a janela de tempo que chamamos de semana fértil.

    Já para quem tem um ciclo irregular, cuja duração varia muito de um mês para outro, o cálculo acaba ficando menos preciso. Entra aí a anotação e observação de pelo menos seis ciclos para se ter uma ideia. Vale usar papel, um calendário ou até aplicativos especializados, mas a ideia é a seguinte:

    1. Anote a duração de cada período (26 dias, 28 dias, 33 dias, etc);
    2. Veja qual o período mais curto de todos e subtraia 18 dias.
    3. Veja qual o período mais longo e subtraia 11 dias.
    4. O período fértil aproximado deve ser o intervalo entre esses dois resultados.

    Para ficar mais claro: digamos que o seu período de menor duração seja de 28 dias ( - 18 = 10) e o maior seja de 34 dias (34 - 11 = 23), então seu período mais propenso para engravidar acontece entre o 10º dia e o 23º dia.

    Mesmo que você não queira engravidar, super vale a pena anotar as datas de começo e término para saber se o seu ciclo é ou não regular. Assim, você vai conhecendo melhor o seu corpo e percebendo com mais consciência as alterações naturais que acontecem. Autoconhecimento é tudo!

    Além disso, apesar de ser muito normal ter um ciclo irregular, isso pode ser um indício de algum problema de saúde, como obesidade, desnutrição, diabetes, excesso de atividade física, entre outros. Sempre é importante fazer os check ups e procurar ajuda médica.

    Quantos dias antes da ovulação começam os sintomas?

    Como já explicamos, o período fértil são aqueles próximos à liberação do óvulo, que acontece em um dia específico. Mas, afinal, os sintomas da ovulação duram quantos dias? Em geral, é exatamente nessa janela de tempo que antecede e que sucede o dia da ovulação, que gira em torno de 6 dias (3 dias antes da ovulação, porque é a média de dias que o espermatozoide dura vivo na vagina e 2 dias depois que é o tempo médio de atraso da ovulação). 

    Ah, e mesmo com todos os sintomas de evolução que nós citamos, pode ser que alguns deles apareçam, mas você não esteja ovulando. Para confirmar se de fato você está no ápice do seu período fértil, o método mais confiável é recorrer a um ultrassom no período para procurar o corpo lúteo e associá-lo. a uma dosagem de progesterona sanguínea. 

    Caso o resultado seja positivo, isso significa na prática que você tem uma janela de até 36 horas de ovulação – ou seja, estamos falando do melhor período para as tentantes.

    Ovulação, fertilidade e cuidados importantes

    Quem deseja engravidar, além de ficar de olho no ciclo menstrual e saber identificar os sintomas da ovulação, precisa tomar alguns cuidados em relação à saúde reprodutiva.

    Aliás, você sabia que diversos produtos e hábitos do seu dia a dia podem afetar a fertilidade de maneira negativa? É o caso dos disruptores endócrinos, presentes em alimentos produzidos com agrotóxicos, cosméticos que contêm parabenos e até mesmo absorventes que utilizam plásticos e outros componentes nocivos. Já imaginou?

    Não deixe de conhecer mais sobre o assunto e aumentar suas chances de engravidar com saúde e segurança.

    🔎 Lista dos links citados no post:

    Você conhece seus hormônios? Um guia para se relacionar bem com seu corpo

    Como funciona a libido ao longo do ciclo menstrual? 


    Deixe um comentário

    Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados