Componentes que amamos

Paz de espírito e desempenho

A amai nasceu com uma missão simples: criar produtos seguros e que funcionam.

Nós desenvolvemos nossos produtos com experts da indústria, aliando tecnologia à natureza.

Transparência

Nós acreditamos que o cuidado feminino pode ser melhor e que você tem o direito de saber o que vai dentro do que você usa para tomar a melhor decisão.

Simples assim :)

O que usamos nos absorventes amai?

O que é:

O algodão orgânico é uma fibra natural produzida sem agrotóxicos e nem pesticidas, o que proporciona um material super suave e limpo. Além disso, se comparado ao algodão convencional, o cultivo do algodão orgânico diminui os danos causados ao solo e ao ambiente, reduzindo em 46% as emissões que causam o aquecimento global. Para garantirmos a máxima qualidade, o nosso algodão tem o certificado Global Organic Textile Standard que garante que o material é 100% orgânico desde o seu cultivo até se tornar um produto final, além de práticas sociais e ambientais justas.

Por que usamos:

É um material respirável e super macio, perfeito para a cobertura do absorvente que toca as suas partes íntimas, sem te dar alergia. Ele também tem uma ótima absorção e reduz odores, te dando conforto e paz de espírito. Onde quer que você veja algodão na nossa produção, você verá algodão 100% orgânico.

O que é:

Uma fibra natural 100% biodegradável com alto poder de absorção.

Por que usamos:

É uma matéria-prima de fonte renovável (árvore do Eucalipto) e junto com o SAP (abaixo) forma a dupla perfeita para absorção. Além disso, a nossa fibra não é branqueada com cloro.

O que é:


Substituto verde e biodegradável ao plástico comum, ele é feito a partir de componentes 100% biodegradáveis e compostáveis - amido de milho e PBAT. Ele é certificado internacionalmente para compostabilidade industrial e doméstica em até 6 meses e não gera microplásticos.

Por que usamos:


Pois ele se biodegrada em até 6 meses e não gera microplásticos, o que é ótimo comparado ao plástico comum que leva mais de 400 anos e continua a gerar quantidades enormes de lixo e poluição no planeta. Além disso, ele tem as mesmas funcionalidades do plástico comum e é atóxico. Isso garante que o absorvente não vaze na sua calcinha, evite alergias e proteja o planeta ao mesmo tempo.

O que é:

Uma camada que contém poliacrilato de sódio, uma substância que absorve até 300 vezes seu peso em líquido.


Por que usamos:

Tem capacidade de absorção 30 vezes maior que materiais alternativos. Ele retém o fluido em seu interior e não o deixa voltar para a superfície, te deixando seca e assim evitando assaduras, irritações na pele e vazamentos. O SAP é atóxico e seguro, sendo utilizado nas plantações para segurar água embaixo da terra. Ele garante o desempenho e absorção do absorvente, reduz a geração de resíduos e deixa o absorvente mais fino e confortável também.

O que é:

É o papel, papelão e a fita adesiva que vêm da celulose e embala nossos produtos para que eles chegem intactos na sua casa.

Por que usamos:

O papel (ou papelão), ao contrário do plástico comum que geralmente é usado para embalar os absorventes comuns, é renovável, reciclável e biodegradável. Já a nossa fita é feita de papel kraft com cola de origem vegetal, ambos biodegradáveis. Assim seus produtos chegam intactos e o meio ambiente não sofre por causa disso.

Você merece saber também o que não usamos

Essa é a nossa lista inegociável de Feito Sem. São componentes conhecidos por serem tóxicos ao seu corpo e/ou maléficos ao planeta.

Encontrado onde:

Todas as partes do absorvente comum, e também na camada superior (inclusive na chamada de "toque suave"). Um absorvente comum contém até 90% plástico.

Por que não usamos:

O plástico comum abafa, não deixando a pele respirar e gerando irritações. Além disso, é feito a partir do petróleo que não é uma fonte renovável e leva mais de 400 anos para se biodegradar, gerando muito lixo no planeta. 381 milhões de toneladas de plástico são produzidas todo ano no mundo, e nós não queremos fazer parte dessa estatística.

Encontrado onde:

Ele é usado no branqueamento das fibras de celulose que ficam no interior do absorvente.

Por que não usamos:

O branqueamento gera a Dioxina como sub-produto, que é uma substância química cancerígena e que pode alterar seus hormônios.

Encontrado onde:

Principalmente na camada superior do absorvente comum para dar cheiro, esconder odores e marcar a área central do absorvente.

Por que não usamos:

Esses componentes são altamente desnecessários no absorvente, pois não melhoram o seu desempenho e causam problemas. As fragrâncias sintéticas contém até 3000 substâncias químicas que podem ser cancerígenas, alterar seus hormônios e causar alergia. Além disso, elas são responsáveis pelo odores desagradáveis que muitas vezes achamos que são da menstruação, mas na verdade são da combinação do plástico com as fragrâncias. Já os corantes podem conter metais pesados além de causar irritações.

Encontrado onde:

No absorvente e nas abas para deixá-los mais flexíveis.

Por que não usamos:

Látex é um antigo conhecido das irritações e alergias de pele.

Encontrado onde:

Nas caixas de envio.

Por que não usamos:

Eles geram lixo desnecessário e que muitas vezes não é renovável nem reciclável.