Afinal, quem toma anticoncepcional tem tpm? Entenda melhor!

quem toma anticoncepcional tem tpm

Inchaço, cólicas, dores de cabeça, alterações de humor e outros sintomas de tensão pré- menstrual fazem parte da vida de diversas mulheres. Apesar de tudo isso ser comum entre as pessoas que menstruam, mesmo assim o assunto gera uma série de dúvidas: quem toma anticoncepcional tem tpm também? É possível ter sintomas de tpm no meio da cartela? Quem toma anticoncepcional tem cólica?

A seguir, te explicamos mais sobre a TPM, sua relação com o anticoncepcional e alguns pontos para ficar de olho! Vem com a amai: 

Quem toma anticoncepcional tem TPM? 

Antes de mais nada, vale explicar o que é a TPM. Esse conjunto de sintomas é causado por oscilações hormonais nos dias que antecedem o sangramento, ou até mesmo durante o período menstrual. Mais precisamente, ela está ligada à queda de produção de estrogênio e progesterona. É uma condição bastante comum, aliás, o Ministério da Saúde aponta que 80% das mulheres brasileiras sofrem com a tensão pré-menstrual. 

Por mais que seja um processo natural do nosso ciclo, convenhamos, ninguém merece passar por esses desconfortos físicos e emocionais todo mês, né? Ainda há alguns casos em que a pessoa sente tudo isso de forma exacerbada.

Existe uma TPM mais intensa que a normal, sabia? 👀

Que cada organismo é único e vivencia seu ciclo menstrual de forma particular você já sabe, mas o fato é que essa condição afeta uma parcela das mulheres de maneira diferente. É o caso de quem sofre de TDPM (Transtorno Disfórico Pré-Menstrual), uma TPM mais grave, que atinge 10% das mulheres. 

Em ambas situações, as pessoas passam por mudanças no humor e no corpo. Na TPM, a aparição desses desconfortos é mais leve e menos frequente. Já na TDPM, o período traz sintomas mais intensos, incluindo até mesmo crises de ansiedade, impactando sua rotina. Já imaginou?  

Principalmente quando se trata de TDPM, muitas mulheres acabam fazendo uso de anticoncepcionais hormonais para atenuar e ter um melhor controle dos sintomas pré-menstruais. Isso pode funcionar para muitas já que esse tipo de método contraceptivo atua bloqueando a ação do ciclo menstrual, inibindo a preparação e liberação do óvulo. É por esse motivo que muita gente acredita que ao tomar pílula, os efeitos da TPM vão sumir, mas na prática não é bem assim. 

Vale sempre lembrar que não é nada recomendado começar a tomar pílula por conta própria, viu? É importantíssimo conversar com o ginecologista para uma avaliação completa do seu histórico clínico, sintomas, e outros aspectos que vão ajudar a entender qual o melhor tratamento para você. 

Como funciona a TPM com anticoncepcional? 🔎

Bom, primeiro cabe aqui ressaltar que o objetivo principal dos métodos anticoncepcionais, como o próprio nome sugere, é evitar a gravidez. No caso dos hormonais, existem estudos que demonstram efeitos secundários positivos – como controle do fluxo, redução das cólicas menstruais e alterações de humor, melhora na acne e pêlos e até mesmo redução da incidência de câncer no ovário.  

Mas assim como a TPM é diferente para cada pessoa, a recepção ao anticoncepcional também. Aliás, existem efeitos adversos graves, como a trombose, e seu uso pode ser contraindicado, como para pacientes com câncer de mama e ovário. Por isso, ressaltamos mais uma vez a importância de consultar o seu médico.

Voltando ao controle dos sintomas de tensão pré-menstrual, saiba que sim, eles podem aparecer mesmo para quem toma pílula, principalmente na pausa. O motivo para isso é que a maioria dos comprimidos mantêm baixa concentração de estrógeno no período de pausa, gerando oscilação dos hormônios, que são justamente responsáveis pela TPM. No final das contas, muitas mulheres têm uma experiência bem parecida com a de quem não usa um método hormonal. Mas e quem toma anticoncepcional injetável tem tpm? Nesse caso não, pois não há supressão hormonal. 

Também é por causa dessas mudanças nos hormônios que quem toma anticoncepcional menstrua, mesmo que isso aconteça pela privação dessas substâncias e não pela descamação natural do endométrio, como acontece num ciclo sem uso desses métodos.  

Quando emenda a cartela de anticoncepcional tem TPM?

Quem prefere não menstruar pode, sob orientação de um ginecologista, fazer o uso contínuo da pílula, emendando uma cartela na outra. Teoricamente, essa prática promove uma estabilização hormonal e, sem a variação, os sintomas de TPM tendem a ficar sob controle. 

Mas é importantíssimo destacar que isso não pode ser feito com qualquer anticoncepcional. Aliás, alguns deles podem aumentar o risco de problemas de coagulação e pressão alta, só pra se ter uma ideia. 

Só tem tpm quem ovula?

Essa é uma dúvida muito comum. Mas, afinal, quem toma anticoncepcional ovula ou não? A resposta para isso é que, na grande maioria, pessoas que usam esse método contraceptivo não ovulam. Mas, como a gente já pontuou, mesmo quem não toma pílula e, portanto, não ovula, pode sofrer sintomas da TPM. 

Nossa ginecologista parceira, Dra. Ana Carolina Delazia, explica: “Existem métodos hormonais como Mirena por exemplo em que as pacientes podem ovular em alguns ciclos. E existe tpm like, em que a paciente tem sintomas de TPM mas não pela variação hormonal mas sim pelo processo psicológico associado ao sangramento”. 

Anticoncepcional x TPM  

Como você viu, cada corpo é um universo e essa relação costuma ser bem individual. Enquanto para algumas pessoas que menstruam usar um anticoncepcional hormonal pode fazer uma diferença muito positiva e significar ganho de qualidade de vida, outras testemunham uma piora dos seus sintomas. 

O resultado de um estudo mostrou que para 16,3% das mulheres, a pílula piorou o humor pré-menstrual, enquanto para 12,3% o seu uso trouxe melhoras. Isso só exemplifica que os efeitos dos contraceptivos hormonais na TPM ou TDPM são bem complexos e variam muito de uma pessoa para outra. 

Essa variação também se dá também por tipo de hormônio utilizado. Os métodos combinados (estrogênio e progesterona) tendem a melhorar a tpm comum, já os métodos só de progesterona podem ajudar nos tpm like, mas alguns estudos indicam que os somente de progesterona acabam exacerbando sintomas depressivos em pacientes que já tem uma predisposição genética para a doença”, complementa a Doutora Ana. 

Aliás, a pílula isoladamente não faz milagres nem pode ser considerada uma grande vilã da saúde. É preciso sempre adotar um estilo de vida saudável – você sabia que praticar exercício físico e ter uma alimentação equilibrada ajuda a aliviar sintomas de TPM?

De qualquer forma, se você sofre com a tensão pré-menstrual, não deixe de procurar ajuda médica. E além disso, procure sempre usar produtos que contribuem para o seu bem-estar e sua saúde íntima, como os absorventes da amai, que são desenvolvidos especialmente para evitar alergias e promover mais conforto. 💜

Fontes:

Joffe H, Cohen LS, Harlow BL. Impact of oral contraceptive pill use on premenstrual mood: predictors of improvement and deterioration. Am J Obstet Gynecol. 2003;189:1523–30.




Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados