Sentir dor durante o sexo: é normal?

Sentir dor durante o sexo: é normal?

Sentir dor durante o sexo: é normal?

Sexo leve, sexo com amor, sexo mais “selvagem”… só coisa boa e para todos os gostos. Mas “ops”, de repente senti uma dorzinha! Será que é normal? 😮‍💨

Apesar de ser um sintoma mais comum do que se imagina, algumas dores podem não ser tão simples e merecem maior atenção. "Ah, foi só na hora e logo passou!", mas será que mesmo passando rápido e não vale investigar?

Foi sobre isso que falamos no blog de hoje, vem saber mais!

Mas antes, como é essa dor?

É legal saber como é a dor para conseguir identificar quando pode ser um alerta e não apenas uma questão de posição diferente, alergia à camisinha/lubrificantes ou sensibilidade maior (dependendo do momento do ciclo menstrual, por exemplo).

As dores, no geral, são sentidas como uma ardência na região ou cólica muito forte, e podem ser classificadas em dois tipos:

  1. Superficial: quando ocorre em torno da região da vulva, normalmente no momento da penetração e,
  2. Profunda: quando a dor é sentida dentro da pelve, normalmente, durante o movimento peniano.

E por que isso acontece?

O incômodo pode ter vários motivos, desde aqueles com origem física, como doenças ginecológicas e gravidez, e os emocionais que vão de estresse até traumas mais sérios relacionados à relação sexual.

E aqui vai alguns exemplos dos motivos físicos/ginecológicos 🩺:

  • Falta de lubrificação natural;
  • Infecções, inflamações genitais ou problemas dermatológicos que afetem o equilíbrio da flora vaginal;
  • Lesões causadas por parto, cirurgias ou acidentes;
  • Doenças como: endometriose, cistite, miomas uterinos e doença inflamatória pélvica;
  • Menopausa: já que pode ressecar a região vaginal;
  • Vaginismo, em que existe a contração involuntária dos músculos da parede vaginal;
  • Tratamentos oncológicos (rádio e/ou quimioterapia);
  • Pós-parto: momento em que a região vaginal está mais sensível.

E algumas causas psicológicas 🙇‍♀️:

  • Estresse e depressão;
  • Sentimentos de vergonha, culpa ou medo relacionado ao sexo;
  • Problemas entre os parceiros;
  • Traumas, como abuso sexual e estupro.

E quando procurar ajuda?

A dor durante a relação sexual deve ser sempre investigada e merece atenção sim! Isso porque, como citamos acima, ela pode representar diversos outros problemas que precisam ser tratados por um(a) ginecologista ou psicólogo(a), principalmente os que se tratam de doenças ginecológicas e traumas.

🗣 Além disso, é importante lembrar de ter uma comunicação aberta com o parceiro/parceira sexual, e de que você não deve se submeter a nenhuma posição ou movimento que te traga dor apenas para agradar a outra pessoa.


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados